Sonhar mais um sonho…

sonhos e três beijos

Olá galerinha, como vão vocês?

Em primeiro lugar, gostaria de pedir desculpas pela demora dos posts novos. É muita correria, mas vamos nos retratar.

Hoje eu estava pensando em algum assunto para escrever e confesso que levou um bom tempo até eu me decidir que tema explorar. Acabei optando por falar sobre os sonhos. Já faz um tempo que venho refletindo a respeito disso, buscando entender, pensando se existe um limite para se sonhar.

Particularmente, sou uma pessoa muito sonhadora, no entanto, na MINHA opinião, apenas sonhar não é o suficiente. Me entendam, não disse que é irrelevante ou inútil, disse que talvez não seja suficiente. Digo isso porque a maior parte das pessoas passa a vida toda fazendo planos e se esquecem de tentar (pelo menos) realiza-los. Nesse ponto eu sou a primeira a me recriminar, pois também esqueço de correr atrás de alguns sonhos meus. Isso já é algo inerente ao ser humano. Poucos têm a ousadia de quebrar esse paradigma e conseguir realizar os seus anseios. Talvez isso esteja ligado ao comodismo (o famoso “to bem como estou”), ou por medo de tentar e fracassar.

Eu fiz um propósito de deixar minha covardia de lado e buscar o que eu quero, sem medo de ser feliz. Esse ano quero arriscar mais, ousar mais. Esquecer as coisas ruins que já passaram e focar nos meus objetivos. Parece até clichê falar sobre isso, não é o tipo de texto que costumo postar no blog. Decidi abrir uma exceção nesse caso, deixar o humor um pouco de lado e abordar o assunto com um ar mais sério. Muitas mudanças estão ocorrendo em minha vida, por isso essa reflexão toda. Me peguei questionando se tenho vivido como realmente quero viver. Quando eu estiver mais velha, não quero olhar para o meu passado e perceber que tudo o que fiz foi sentar e esperar que algo divino realizasse tudo para mim. Prefiro sentir orgulho de ter lutado e conquistado o meu lugar ao sol. Por isso digo que não vale apenas sonhar ser ter REALMENTE vontade de realizar.

O que se deve ser feito é para com o comodismo e com os “e se”. E se eu fizesse isso, se eu pudesse, se eu comprasse. E por que não tentar? Afinal de contas não temos nada a perder. Eu já me decidi, não vou ficar parada vendo os meus melhores anos serem jogados no ralo. Chega desse pensamento medieval de que estamos acomodados assim porque Deus quis. Sonhar sim, mas tendo coragem de realizar SEMPRE. Mesmo que não consiga, o importante é dar o primeiro passo.

Bom, recado dado e eu me despeço por aqui. Até a próxima people.

Três beijos, Débora Carvalho

Vida de blogueira

Vida-de-Blogueira-Conteúdo-Compartilhe-seus-achados

Olá galerinha!

Hoje vou falar sobre um assunto que eu e minhas amigas do Três beijos entendemos bem: Vida de blogueira.

Eu sei que vocês devem estar pensando que é muito fácil, que só temos que postar algumas fotos, textos e filé do boi (Friboi). Na realidade, não é bem assim que funciona. No começo também achamos que seria moleza, mas já de início tivemos que encarar os fatos de frente. Quando se cria um blog sério é preciso muito investimento. Temos que ter um domínio próprio para o endereço do site, investir em sorteios para atrair mais leitores, enfim. Tudo isso envolve grana,  mas não quere me aprofundar nessa  área.

Quando nos tornamos blogueira, passamos a olhar o mundo de um ângulo diferente. Isso acontece involuntariamente, é algo natural, afinal de contas qualquer coisa pode ser transformada em postagem (e isso muito me interessa). Eu, por exemplo, ando com um bloquinho de anotações e sempre anoto as coisas legais ou bizarras que vejo e escuto.

Nós vivemos para o blog, literalmente. A todo o momento estamos formulando coisas novas. Sério, é o tempo todo mesmo, do tipo: churrasco de domingo com a família e um tio gordo sem camisa cai na piscina. Pessoas normais só dariam risada, blogueiras pensam em como isso poderia estar no blog. As situações que vivemos são nossa fonte de inspiração. Um coração partido, um fim de namoro ou um mico que pagamos, não importa a situação, vai tudo para o Três beijos. Por isso o blog tem a nossa cara, nossa essência. É uma maneira de rir da própria piada, de tirar sarro da própria sorte (ou falta dela). Nós desabafamos e compartilhamos experiências com nossos leitores (quer terapia melhor que essa). Não é um mar de rosas o tempo todo. As vezes nós estressamos muuuito. Um problema que temos é a questão de horários. Nós três fazemos faculdade, a Keila faz medicina veterinária integral e a Gabi e eu fazemos noturno (Gabi faz Arquitetura e eu Desenho Industrial, Projeto de produto). Então temos que fazer um cronograma do nosso tempo vago para fazer as reuniões.

É claro que esses pequenos problemas não afetam em nada a beleza de ter um blog. É incrível, quando começamos não podemos mais parar. Para resumir, eu só posso dizer que AMO MUITO TUDO ISSO. Ser blogueira salvou a minha vida e eu não estou falando no sentido figurado.

Três beijos, Débora Carvalho

Os novos de 2014

Livros tumblr

Voltamoooooooooooossssssss!!! Após nossas férias obrigadas voltamos com tudo. Nessas férias aproveitei muuuito meu tempo lendo (na verdade não tinha muito o que fazer mesmo). Devorei livros até vomitar letrinhas e como li quase todos que tinha vontade, pesquisei alguns títulos novos no skoobs e resolvi compartilhar aqui para vocês.

A Garota que você deixou para trás – Jojo Moyes

Capa_AGarotaQueVcDeixouParaTras

Durante a Primeira Guerr, o pintor francês Édouard é obrigado a se separar de Sophie, que durante esse tempo apega-se ao seu retrato pintado por Édouard. Quando o quadro chama a atenção do novo comandante alemão, Sophie arrisca tudo na esperança de rever Édouard, agora prisioneiro de guerra. Na Londres dos anos 2000, a jovem viúva Liv se mantem ligada ao passado por um retrato de uma bela jovem, presente do seu marido  antes de morrer. Um encontro inesperado vai revelar o real valor da pintura.

A Menina que Colecionava Borboletas – Bruna Vieira 

ameninaquecolecionavaborboletas

Bruna Vieira está cada vez mais longe dos quinze. Considerada uma das blogueiras mais influentes do mundo, mais uma vez ela dá vazão ao seu talento como escritora com este seu novo livro de crônicas  em que mostra o quanto amadurecer e conquistar a independência é maravilhoso, mas tem seus desafios e poréns. As páginas deste livro são como o bater de asas das borboletas que colecionou dentro do peito que finalmente, pode deixar que voem livres por aí.

De Repente Acontece – Susane Colasante

de-repente-acontece-capa.jpg.1000x1353_q85_crop

De repente acontece fala daquelas paixões que começam do jeito errado e têm tudo para terminar errado – mas, depois de ler a última página, a gente acredita que o amor existe. Se você é uma menina, este livro vai ajudá-la a entender o que se passa na cabeça dos garotos. Se é um menino… Bem, se você é um menino, também vai gostar de De repente acontece. Uma história simpática, com cara de vida real. E que poderia acontecer com você ou com a sua melhor amiga!

Os Forasteiros – Michelle Paver

Os-Forasteiros-Deuses-Guerreiros-Michelle-Paver

O jovem Hylas tem uma vida pacata, pastoreando cabras nas montanhas com a irmã. Até o dia em que homens com armaduras, lanças de bronze e a pele escondida por uma camada escura de cinzas atacam os dois. Hylas escapa, mas a irmã desaparece, e caberá ao irmão encontrá-la tendo como únicos aliados Pirra, a filha rebelde da Sacerdotisa , e um golfinho chamado Espírito. Para complicar ainda mais, ele está sendo caçado por guerreiros de armaduras negras.

Azul da Cor do Mar – Marina Carvalho

CAPA-Azul-da-cor-do-mar

Rafaela sonha desde a adolescência com o garoto que viu uma vez, perto do mar, carregando uma mochila xadrez… Mas antes de tudo ela quer ser jornalista, e seu sonho está se concretizando: Rafa conseguiu um estágio no melhor jornal de Minas Gerais.O jornal é mesmo incrível, porém, Bernardo, seu colega de trabalho, não é a pessoa mais simpática do mundo. Eles formam uma dupla de tirar o fôlego no jornal. Mas e a mochila? E o garoto? Um dia a estabanada Rafaela vai ter que se libertar dessa obsessão. 

O Ladrão do Tempo – Jonh Boyne

O-Ladrão-do-Tempo

Ano de 1758 e Matthieu resolve abandonar Paris e fugir para a Inglaterra, depois de ter testemunhado o assassinato da mãe pelo padrasto. Apenas um garoto, ele leva consigo o meio-irmão caçula, Tomas. Ele descobre que seu corpo parou de envelhecer. Ele simplesmente não morre e não faz ideia de qual seja a razão para que isso ocorra. Seu verdadeiro amor foi Dominique, uma jovem que conheceu no barco que tomou com o irmão para escapar da França. O trio se uniu para começar a nova vida na Inglaterra e Matthieu se viu totalmente encantado por Dominique. Uma trama absolutamente instigante de amor, morte, traição, oportunidades perdidas e esperança.

  Recomeço – Cat Patrick

recomeçoo-cat-patrick

Tudo começou com um acidente de ônibus. Daisy Appleby era pequena demais para lembrar — tem apenas flashes do acidente que a matou, e de ter sido trazida de volta à vida. A partir daquele momento, ela se tornou uma das catorze crianças que fazem parte de um programa secreto do governo que visa aprovar um novo medicamento: o Recomeço. Daisy já morreu algumas vezes, e a cada morte ela recebe um novo sobrenome, vai para uma nova cidade e ganha uma nova história. A única constante em sua vida é a própria inconstância. Ao conhecer Matt e Audrey, seus primeiros amigos , após sua quinta morte, ela tenta criar raízes em mais um lar e começa a descobrir segredos sobre o programa Recomeço. Quanto mais informações vêm à tona, mais Daisy percebe que não passa de um peão em um jogo sinistro, que pode revelar que seu mundo  é uma grande mentira.

Eu estou ansiosa para ler t-o-d-o-s.

Três Beijos, Gabrieli Rigoni.

O amor incondicional

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Amor incondicional, duas palavras, que mexem muito comigo. Gosto muito deste significado para a palavra amor: “Dedicação extrema e carinhosa”. Você cuida, se dedica para conquistar e cuidar daquilo que você ama, e com toda certeza sempre da muuuuito carinho. Já o significado de Incondicional: “Que não há restrições, não esta sujeito a condições, é um estado absoluto, total, pleno, ilimitado”. Então em outras palavras Amor incondicional, é um amor enorme, imenso, que durará a eternidade, aquele amor infinito e uns dos mais bonitos.

Existem muitas palavras e diversas imagens que pode expressar o que é amor incondicional, mas não existem palavras para descrever, cada um tem um amor incondicional, uns pelo namorado, marido, irmão, amigo, comida, bebidas, filho, e eu costumo dizer que tenho por animais.

Acho que não existe amor maior. Passamos o dia todo longe deles, e quando chegamos em casa não importa a situação que nós o deixamos eles fazem a festa pula em você e até da aquela lambida haha. Eles são companheiros, acima de tudo amigos, te escutam e dependendo nas noites frias te esquentam, fazendo companhia e olhando para você com aqueles lindos olhos encantadores, cheio de brilho, cheio de vida, cheio de amor, o amor incondicional.

2 3 4 5

Capturar

Três Beijos, com um amor incondicional, Keila Pereira.

Parabé… Ei garoto, tira o dedo do bolo!

tira o dedo do bolo

Olá galerinha. Tudo na paz?

Eu estou aqui para falar sobre algo muito engraçado (para variar né). O assunto de hoje é: Festa de aniversário infantil. Há um tempo atrás fui em uma festinha dessas e não consegui ficar sem anotar tudo o que vi.

Para começar, nessas festas sempre tem três grupos: os marmanjos bocós (que só servem para estragar tudo), as crianças (para quem a festa é realmente destinada) e as mães (na verdade, elas são um pouco irrelevantes). No inicio, todos estão bem comportados, afinal de contas ainda estão acanhados. Mas isso não dura muito quando se tem a bendita cama-elástica. As crianças brincam um pouco, no entanto os marmanjos chegam para acabar com  tudo. Eles expulsam as criancinhas e ficam se batendo como um bando de gorilas retardados, enquanto as crianças choram. Depois de um tempo, os marmanjos são obrigados a se retirar do brinquedo e correm para fora do salão, afim de quebrar as canelas jogando futebol. As mães ficam sentadas, conversando sobre os filhos, maridos e como o universo é grande. As crianças voltam a brincar, mas sempre tem uma delas que é encrenquerinha (que palavra difícil, nem sei se existe). Uma das crianças vai arrumar confusão com todos, vai estourar as bexigas, quebrar os enfeites, derrubar comida no chão e pisar, bater no coleguinha, enfim, vocês entenderam. Nessa hora todos se perguntam se essa criatura não tem mãe. Provavelmente ela vai ver tudo o que o filho apronta, mas continuará sentada, rindo, conversando sobre a Faixa de Gaza. O aniversariante fica meio de lado, só está ligando mesmo para os presentes (claro, tirando as meias e cuecas).

Tem também aquelas tias chatas, que falam com o aniversariante como se tivesse problemas mentais e sempre fazem ele chorar de medo. Então chega a hora do bolo. Os marmanjos ainda jogam bola e as crianças se amontoam atrás do bolo. Sempre (SEMPRE) tem alguém que enfia a mão e ainda faz questão de sair nas fotos. Todos começam a cantar parabéns. O aniversariante fica com cara de tacho, quase chorando por causa da claustrofobia (por incrível que pareça esta escrito certo), vendo pessoas desconhecidas olhando para ele, fazendo caretas estranhas. Depois eles sempre cantam “com quem será”. Sério eles cantam isso para crianças de TRÊS anos, é constrangedor. Ah e nunca é o aniversariante que apaga a vela, é sempre a mãe. Ela fica uns  minutos tentando apagar a maldita velinha. Toda vez que ela apaga todos aplaudem e gritam: uhuuuuulll. Quando a vela acende novamente, todos gritam: aaaaaah. Fica nisso até alguém se estressar e molhar a ponta do dedo na língua para apagar a velinha do capiroto.

Depois do bolo vem aquele balão enorme, cheio de doces e farinha (que aliás é muito troll né). Nessa hora os marmanjos entram, todos SUJO E FEDIDOS (piadinha interna, sei que a concordância está errada), com objetos pontiagudos, prontos para estourar o bexigão. No fim, as crianças ficam só com a farinha e os marmanjos com doces (que na verdade são só umas balinhas de frutas e pirulitos de coração). Os grandalhões fazem guerrinha com a farinha do chão. Resultado: a festa acaba com a mãe do aniversariante tendo um ataque, todos vão embora sujos, nojentos, com as caras cheias de bolo. As crianças choram mais, as mães saem falando mal da festa, depois de terem enchido a barriga (até porque todo mundo só vai pela comida). O único que se dá bem é o aniversariante, que fica com a cama-elástica só para ele, cheio de presentes e com a comida que sobra. Ah, não posso esquecer daqueles que sempre pedem um “pratinho” para a avó doente que não pode ir (ta bom).

Para terminar tem a pessoa mais importante de todas… aquela que só vai para observar e anotar tudo para depois transformar em um texto para um certo blog (tá, confesso que também vou pela comida hahaha). Por hoje é só galera. Espero que tenham gostado e se divertido.

Três beijos, Débora Carvalho

101 coisas em 1001 dias: By Débora

101 coisas no três beijos

Hi people, como passaram as festas de fim de ano? Espero que tenham passado tão bem quanto eu.

Bom, eu vou ser bem direta e pular a parte da enrolação. Hoje vou compartilhar com vocês a minha lista de 101 coisas que desejo fazer em 1001 dias. Acho que a maior parte de vocês já conhece esse projeto, a nossa querida Keila já fez um post explicando sobre o assunto. Muitas blogueiras estão participando da brincadeira e nós do Três beijos não podíamos ficar de fora. A keila já postou a lista dela e a Gabrieli Rigoni postará a dela em breve. Por enquanto, fiquem com a minha lista:

Inicio: 02/01/2014

Fim: 29/09/2016

1. Conseguir um emprego.

2. Entrar na faculdade

3. Tirar carteira de motorista.

4. Saltar de paraquedas.

5. Decorar meu quarto.

6. Ler As Crônicas de Gelo e Fogo.

7. Trocar de celular.

8. Guardar dinheiro na poupança.

9. Conhecer Londres.

10. Visitar Paris.

11. Assistir a todos os filmes de Harry Potter

12. Fazer cerveja amanteigada.

13. Mudar meu visual.

14. Perdoar alguém.

15. Correr na chuva.

16. Fazer posts regularmente para o blog.

17. Ser gentil quando alguém for rude comigo.

18. Usar meu colar preferido sempre, sem perde-lo.

19. Assistir a todos os filmes de Piratas do Caribe.

20. Manter contato com os amigos.

21. Conseguir um computador novo.

22. Gravar um vídeo para o You tube.

23. Ficar sem tomar Coca-cola 101 dias.

24. Ler Alice no pais das maravilhas.

25. Me alimentar de forma correta por no minimo duas semanas.

26. Tirar fotos para cada item realizado da lista (se possível)

27. Comer muitas paçocas.

28. Abraçar todos os meus amigos.

29. Ir em um casamento.

30. Sorrir para um desconhecido.

31. Fazer o desenho de algo que eu ame.

32. Jogar boliche.

33. Andar a cavalo.

34. Aprender a cozinhar

35. Comer o Pavê do Gustavo.

36. Dar uma festa em minha casa.

37. Conseguir uma chave de fenda sônica do Doctor who.

38. Aprender a renderizar meus projetos.

39. Fazer mais sorteios no blog.

40. Deixar minhas unhas crescerem.

41. Jogar Paintball.

42. Acampar.

43. Fazer uma guerra de bexiga.

44. Ganhar flores de alguém.

45. Fazer um desenho de algum personagem de livro.

46. Fazer o blog ter mais curtidas.

47. Comprar algo da Imaginárium.

48. Sorrir mais do que chorar.

49. Dançar muito.

50. Me organizar com uma agenda.

51. Noite do pijama.

52. Definir prioridades.

53. Conhecer pessoas novas.

54. Aprender a tocar vilão(só uns acordes já está bom).

55. Comprar um carro.

56. Comprar uma câmera boa.

57. Ler mais de 30 livros.

58. Me dedicar no piano/teclado.

59. Agir mais como adulta.

60. Ter minha vida estabilizada.

61. Comer comida japonesa.

62. Tomar muitos cappuccinos.

63. Fazer um painel para ideias (se conseguir, com quadro branco)

64. Fazer um projeto de casa planejada TOP da galáxia.

65. Comprar alguma coisa pela internet.

66. Fazer a Keila sair com a turma sem furar (desculpa amiga, não resisti hahaha)

67. Tirar meu aparelho.

68. Comprar outro óculos de grau.

69. Comprar a caneca linda de “keep calm and foca no trabalho” que vi na loja. (na verdade ganhei da linda da Gabi *–*)

70. Ser independente.

71. Fazer um mural de fotos (ou álbum).

72. Deixar as pessoas orgulhosas de mim.

73. Não deixar que o passado atrapalhe minha vida.

74. Ser bem sucedida no trabalho.

75. Perder o hábito de me atrasar.

76. Não emprestar créditos da Tim (hahaha)

77.Aprender a comer com hashi.

78. Ter uma festa de aniversário.

79. Aprender a desenhar melhor.

80. Conhecer melhor o 12° Doutor de Doctor who.

81. Ir bem na faculdade.

82. Ser mais sociável.

83. Não ficar depressiva.

84. Cantar mais.

85. Tomar decisões importantes.

86. Ir mais a biblioteca.

87. Ficar sempre atualizada (principalmente com relação a Design).

88. Ter mais momentos espontâneos.

89. Customizar algo.

90. Ouvir mais música

91. Aprender a atravessar a rua direito (sou muito desastrada com isso haha)

92. Criar uma nova logo para o Três beijos.

93. Ser surpreendida por alguém.

94. Não perder a fé.

95. Fazer uma cápsula do tempo.

96. ter coragem para enfrentar meus medos.

97. Sempre ser criativa.

98. Não me zangar facilmente (zangar é uma palavra engraçada).

99. Não sofrer por antecipação.

100. Aprender algo novo sempre.

101. Nunca desistir, sem ao menos tentar.

Então é isso galera. Conforme eu realizar os itens da lista venho aqui e risco. Por enquanto é só. Até a próxima

Três beijos, Débora Carvalho

FotoRetrospectiva 2013

Se teve um ano que me surpreendeu mais do que nunca foi 2013. E como expressar melhor o ano que está na reta final senão com fotos ? Esse ano além de tudo foi lindo, pois, apesar de perdas e brigas,  pode-se dizer que foi o ano das verdadeiras e novas amizades. Com isso também vem o fim do ensino médio, e várias outras coisinhas.

Algumas das fotos já apareceram no blog, ou no nosso instagram. Entretanto, há outras que são inéditas e sei que algumas pessoas nos matariam ao ver publicadas em nosso blog. E como eu, Gabi, não resisto a isso publiquei tooodaaaaaaaassssssssss que me deu vontade (háháhá).

226567_284791701651964_1520514020_n

944988_134527213406243_1387983442_n

1174821_356388331158967_619591445_n

1385027_376308835833583_1188166094_n

1465278_535603229870269_1324801920_n (1)

1484209_410131235784676_1153762444_n

1521218_3646052646754_842926453_n

20131123_155422

Amores

cats

classe c

Gabrieli R3

k3

Keila Htinha hahahaha

kkkkk

le samara

LINDOSS

LINDOSSs

mt amor

P1000033

P1000138

printttt

roarr

sdd

this is not the end

tres beijos 01

tres beijos 02

tudo bobo

webcam-toy-foto13

P1000133


Todas as fotos estão sem legenda pois, uma imagem fala mais que mil palavras! ( E mais uma vez falei uma frase de efeito que sempre quis).

Até ano que vem galera, espero que tenhamos muito mais fotos para 2014.

Três Beijos e Feliz Ano Novo.

Gabrieli Rigoni.